sábado, março 04, 2006

Adormecida

E como num conto de fadas...
E como num passe de mágica...
E para cumprir um destino...
A bela adormeceu.

E esperou por seu príncipe...
E dispensou muitos sapos...
A bela dormiu, e dormiu.

E por falta de sorte.
(E que falta de sorte!)
O príncipe não apareceu.

Por muitos anos dormiu,
Esperou, dispensou...
Até que um dia morreu.

2 comentários:

Mary disse...

Não viveu.



:)

Bjus.

Anônimo disse...

Where did you find it? Interesting read » »