quinta-feira, outubro 19, 2006

Exercício de Democracia.

(Resposta a uma mensagem de um grande amigo, com atalhos para vídeos no YouTube, e um apelo para que eu votasse em Alckmin. Repassei com cópia para minha irmã - extremista de esquerda, que está falando em votar nulo -, para uma amiga que quer argumentos para convencer a família, e para minha mãe, que elogiou e disse que eu deveria colocar no blogue.)

"Sergipano: de verdade, nessa eu tenho certeza.
Vou te dizer uma coisa, só para ilustrar: já participei de movimento estudantil, por melhoras na UFBA, fiz passeata nas ruas, ACM (coligado do seu PSDB/PFL) mandou a polícia lascar a porrada na gente. Ao meu lado, nessas passeatas, estavam a UJS, UNE, a juventude do PC do B, que eram formados por colegas de faculdade, que querem o mesmo que eu, e que são as bases do governo de esquerda. Do lado de lá tinha FHC cortando as verbas da universidade e ACM mandando a polícia bater na gente. Nossas manifestações sempre foram pacíficas, mas o que saía no Correio da Bahia, só por exemplo, era que UNE, Estudantes anarquistas e baderneiros fazem arruaça no centro e precisam ser contidos pela polícia.
E, só para complementar, a UFBA está na melhor fase desde que eu entrei lá (2000), contratando novos professores titulares, comprando material que já não tinha, retroprojetores, computadores... naquela época de FHC até giz chegava a faltar, em algumas faculdades.
Em outra vertente, no meu trabalho, a Caixa Econômica estava sendo sucateada com o propósito de privatizar, como o PSDB fez e faz com todas as empresas públicas. Computadores velhos, falta de gente para trabalhar, oito anos de gestão do PSDB sem SEQUER REAJUSTE de salário, vendo o poder aquisitivo ser comido pela inflação, regulamentação da demissão sem justa causa, diminuição dos benefícios para os (poucos) novos contratados, ferindo o princípio constitucional da isonomia...
Desde que Lula está no poder, e sem deixar de contar com a mobilização sindical, tivemos os reajustes sempre acima da inflação, sendo que já temos uma (embora tímida) recuperação do poder de compra, a Caixa renovou seu parque tecnológico, contratou muita gente, tem aberto centenas de agências Brasil afora, aumentou o crédito para a população, melhorou em muito o atendimento (hoje com hora marcada - o cliente é atendido em menos de dez minutos, em média), vem melhorando as condições para os funcionários e o papel que a empresa joga na sociedade.
Isso que eu estou citando não é algo que eu imagino, idealizo, nem nada disso. É o que eu vivo.
Tem trabalho pela frente, ainda, na Caixa, e mais ainda na UFBA, mas é muito diferente da época que as coisas só estavam piorando cada vez mais, para agora que as coisas estão perceptivelmente melhorando.
O governo não é a oitava maravilha, não. Não fecho meus olhos nem sou hipócrita - existiu corrupção, existiram ações espúrias. Espero que isso melhore, até com a fiscalização da sociedade, e a ação das instituições apropriadas - polícia federal, ministério público, justiça.
Mas essa corrupção existiu em grau muito maior nos governos de direita, e era acobertada, abafada. E fora a corrupção, o direcionamento do governo é para as bases deles, que não são você, por exemplo. Você é um voto que eles conseguiram (ou não, tomara) pela guerra de idéias, controlando grande parte da mídia, como bem sabemos - Veja, Estadão, Globo (ou não?)... Mas eles não estão nem aí para você - as bases de sustentação deles são as oligarquias, os coronéis, grandes grupos capitalistas, financeiros.
Ou você acha que alguém do PSDB algum dia vai estar ao seu (ao nosso) lado fazendo barulho na rua por melhoras na universidade, fazendo uma greve por melhoras nas condições de trabalho, estudando ou trabalhando contigo como "chão de fábrica" em alguma empresa, tendo semelhantes problemas, aspirações, perspectivas? Eles são de outra turma - uma turma que só sabe colocar a gente no bolso, e na rua.
Lula é a melhor opção para o Brasil, sim.
E eu só tô escrevendo isso tudo porque tenho esperança de que você reflita um pouco mais, e vote certo.
Abração do seu amigo!

Dido"
[]´S

4 comentários:

Vinicius disse...

Meu caro Diógenes, compartilhador de data de aniversário:

Faço cada uma de suas palavras as minhas. Eu não voto no PSDB, não voto do PFL e não voto na direita, seja ela qual for.

Da mesma forma, jamais cegarei meus olhos para os acontecimentos do atual governo. Votei no Lula em 2002, digo isso com orgulho e estufo o peito para bradar: voto nele com a certeza de fazer a melhor escolha.

Nunca na história deste país (parafraseando o próprio) tivemos um conjunto de acertos tão e imensamente maiores que os erros. Tudo bem, houve escândalos. Mas na mesma medida houve ações, como ele prometeu. Não houve escândalo que não fosse apurado, não houve problema que não se tentasse, ao menos, solução.

Os investimentos sociais são claros: só não vê quem não que e/ou não precisa. É muito fácil para muitos dizerem que nada foi feito. Mas aqueles que afirmam tal mentira são os mesmos que jamais precisaram de qualquer ajuda do governo. Quem, como eu, vive muito próximo de quem precisa, sabe que muito foi feito, como nunca.

Ainda (estou praticamente escrevendo um post), tivemos melhorias na educação, como você citou, na economia popular, através da criação de microcrédito, financiamentos populares, e muito mais.

Àqueles que pensam que tirar o Lula é a melhor solução esqueceu do que vivemos até 2002. Ou melhor: viveu praticamente da mesma forma, o que demonstra estabilidade do país, e não percebeu como as coisas melhoraram.

Já desisti de ganhar votos para o meu candidato, pois convivo com cegos sociais, pessoas que olham para os próprios umbigos e jamais pensaram em perder um centavo em benefício da nação.

Excelente texto, como sempre!

Múcio Góes disse...

Bem... Sou parte do grupo de pessoas que depositou esperanças num governo de esquerda capitaneado pelo baluarte da ética política, o PT. Fiquei desiludido ao ver tudo ir por água abaixo na enxurrada de escândalos que se deu. Bradei aos 4 ventos que Lula, never more! Votei em Heloísa, apesar de encantado por Cristóvam. Veio o 2º turno, e me vi desesperado, por ser, mesmo, uma temeridade, devolver o poder ao tucanato. As elites (direita) foram poder desde desde, e seguem dizendo que nada presta. Culpa de quem?? Ver PFL e PSDB lambendo o mesmo prato; ver ACM; os Garotinhos; FHC (querendo embaixada na Europa); o próprio Chuchu falando pros seus pares, td isso desespera! Infelizmente não vou poder votar, pois estarei em Salvador, mas, aqui em casa, eu era o único daquele grupo que se desiludiu.

Vlw, Dido!

[]´s

Anilina disse...

Li extasiada!

Quanta consciência, quanta verdade e quanta luta nessas letras!

Parabéns pelo texto.

E fiquei com ciúmes de não ter recebido. Não é porque não comento que sou apolitizada!

nana gadelha disse...

ahhhh!!! eu sou a amiga que quer convencer a família!! e a que deveria escrever nesse blog também! heheheh...seu texto é foda, cara. mandei até pro meu chefe, aquele pê esse debista de merda.